Dicas Para Contratar e Demitir

Estamos falando de um processo que inicialmente nos traz alegria e alivio, mas quando tratamos da demissão tenho certeza que ninguém, tem prazer nisso, mas existem técnicas praticas para poder efetuar a tarefa, com maior assertividade e sem menores problemas.

No mercado de trabalho tenho visto empresas como loucas atrás de candidatos, que devido a vários fatores, geram grandes ofertas de vagas e escassez de pretendentes, e pelo desespero fazemos contratações equivocadas, colocando pessoas que não deveriam estar ali.

Provavelmente está quem é esse cara? Fique tranquilo sou um profissional com mais de 23 anos de experiência em funções gerenciais, que apenas em uma empresa lidei com isso diariamente por mais de 8 anos, acredite sei o que estou falando.

Para fornecer as dicas, vamos primeiro gerar uma hipótese, para darmos início com o pé direito.

Quando você vai em busca de uma namorada, você pega a primeira que aparece, rápido, de qualquer jeito, está morrendo, ou observa, presta atenção nos detalhes, na fala, no cheiro, isso mesmo… Olhamos as mínimas ‘nuances’, não é?

Agora vamos para a sua empresa, quando tem uma oportunidade única de trabalho, pega o primeiro candidato que aparece, de qualquer jeito? Se a resposta é sim, acredite não deveria.

 

Os Sete Passos para reduzir os riscos.

 

1.   Saber com precisão quem é a pessoa e de onde vem.

2.   Analisar a fundo a vida pregressa.

3.   Verificar quais são suas aptidões e se realmente tem perfil para a vaga.

4.   Declarou que sabe fazer algo, diga me mostre como agora.

5.   Seja implacável com mentiras detectadas na entrevista.

6.   Tenha um método claro e definido de contratação.

7.   Não consegue, contrate pessoal especializado.

 

É preciso profissionalizar os processos de gestão de pessoal, pois, uma contratação errada gera custo, ou seja, despesa para a empresa pagar, além do tempo perdido.

Não negligencie isso, sabemos que nem sempre acertamos, mas podemos amenizar os erros com menores impactos negativos no resultado operacional.

Entendeu, demore para contratar, não tenha pressa, planeje e somente depois faça o processo seletivo.

 

DEMISSÃO

 

Parece um bicho de sete cabeças mais, sabe a historinha contada logo no início, isso mesmo a hipótese criada sobre o namoro, o flerte, essa mesma; quando não queremos mais, como ficamos? Desesperados queremos sumir não é mesmo!

 

Dicas

 

1.   Escolha um lugar apropriado

2.   Procure uma testemunha, que possa confiar.

3.   Seja direto sem rodeios, choro e explicações.

4.   Não é momento de desrespeito, tenha paciência.

5.   Tenha toda a papelada preparada.

6.   Nunca faça por raiva.

7.   Demita rápido.

 

Está pensando que gosto disso, não, muito pelo contrário, mas o que precisa ser feito tem de ser, mas nunca esqueça não saia demitindo todo mundo por qualquer coisa ok? De olho nos custos e lembre; treinar custa caro, a demissão deve ser o último recurso.

 

Conforme pode ser visto a coisa é mais difícil do que parece, pois, estamos lidando com pessoas, e essas devem sempre ter uma segunda oportunidade, sempre temos o dia que não estamos, bem.

 

A empresa deve ter um calendário formado, para avaliação de desempenho dos colaboradores, com feedback, mas esses serão assuntos para os próximos posts.

 

Conte comigo.

 

Deixe seu Comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *